The Free Dictionary  
mailing list For webmasters
Welcome Guest Forum Search | Active Topics | Members

Juridiquês Options
Gil
Posted: Thursday, June 4, 2009 2:44:28 PM
Rank: Advanced Member

Joined: 3/13/2009
Posts: 77
Neurons: 313
Data venia, ilustrados: passo a vos reproduzir, iluminado pelo hálux esplendoroso do saber jurídico, frases lapidares proferidas em julgados e petitórios por operadores do Direito e congêneres: Dancing (as frases foram retiradas de http://www.espacovital.com.br/)


"Em ressunta, sob pena de se ter uma interpretação inversa ao que pretendeu o texto".
.................
(De um artigo escrito por advogado sobre a Lei nº 11.280/2006).



"Declino à conspícua escrivania o presente encartado, com fincas ao dealbar nesta urbe do luculento arconte, que inaugura a comarca."
.................
(De uma decisão do juiz substituto da comarca de Sonora-MS).



"O intuito protelatório dá ensanchas à aplicação da multa cabível".
.................
(De um acórdão do STJ)



"Com tal proceder, tisnou várias regras insculpidas no caderno repressor".
................
(De uma denúncia oferecida pelo MP do Rio de Janeiro)



“O alcândor Conselho Especial de Justiça, na sua apostura irrepreensível, foi correto e acendrado em seu decisório. É certo que o Ministério Público tem o seu lambel largo no exercício do poder de denunciar. Mas nenhum label o levaria a pouso cinéreo se houvesse acolitado o pronunciamento absolutório dos nobres alvarizes de primeira instância”.
................
(De um advogado em sua defesa no Supremo Tribunal Militar)



"Tudo joeirado, indefiro a pretensão formulada na inicial".
................
(De uma sentença da Justiça do Trabalho de Chapecó/SC)

Applause Cá entre nós, "luculento arconte" não daria um excelente nome prum filho? Whistle
Rondnelly
Posted: Thursday, June 4, 2009 3:54:32 PM
Rank: Advanced Member

Joined: 3/28/2009
Posts: 126
Neurons: 378
Location: Brazil
ok, sem algum mero nativo entender isso, me mato u.u
e MUITO estranho esse vocabulario, hahaha
Ahimsa
Posted: Friday, June 5, 2009 7:27:38 AM
Rank: Advanced Member

Joined: 3/19/2009
Posts: 146
Neurons: 420
Location: Lisboa (Portugal)
Applause Espectacular!

E estou consigo, Gil, Luculento Arconte dava um excelente nome, Lulu para os amigos de infância, Conte, para os da tropa!
Rondnelly
Posted: Friday, June 5, 2009 12:01:47 PM
Rank: Advanced Member

Joined: 3/28/2009
Posts: 126
Neurons: 378
Location: Brazil
Not talking
sklinke
Posted: Monday, June 8, 2009 2:59:39 AM
Rank: Advanced Member

Joined: 3/11/2009
Posts: 345
Neurons: 1,038
Location: Australia
Ou então, pode-se usar o Luculento Arconte como pseudônimo para um autor de livros de Direito!!!Dancing

Gil, os exemplos são ótimos e eu me pergunto se os advogados que usam esses termos na escrita também os utilizam nas audiências, julgamentos, etc.
Gil
Posted: Tuesday, June 9, 2009 9:28:46 PM
Rank: Advanced Member

Joined: 3/13/2009
Posts: 77
Neurons: 313
sklinke, quem assim escreve geralmente assim fala, vejo isso no dia-a-dia. Mas não é muito comum essa "empolação" não, usualmente os advogados usam termos menos rebuscados, se expressam de forma mais simples. Mantém-se uma certa tradição em relação à formalidade, o que acaba levando ao uso de expressões e palavras menos corriqueiras, além da terminologia própria da área. Há aqueles que acreditam (conscientemente ou não) que quanto mais enrolado melhor, soa como erudição e leva, via de regra, à conclusão de que se trata de um bom profissional. Por outro lado, a degradação sistemática da Educação no Brasil, em todos os níveis, se reflete de imediato no empobrecimento do vocabulário utilizado. As palavras estão morrendo, vítima do descaso, do desuso, e daqui a pouco (?) somente a TV será a referência. d'oh!
sklinke
Posted: Saturday, June 13, 2009 12:03:02 AM
Rank: Advanced Member

Joined: 3/11/2009
Posts: 345
Neurons: 1,038
Location: Australia
Concordo, e o "daqui a pouco" parece estar mais próximo do que imaginamos!!

Antigamente, havia uma expressão que as pessoas usavam para reforçar que o que elas estavam falando era verdade: "deu na Globo", mostrando o poder da emissora em nosso país.

Hoje, há uma nova referência: as emissoras usam vídeos do YouTube para montarem suas pautas. Não sei ao certo aí no Brasil, mas aqui existem sessões de noticiários voltadas a mostrar o que está fazendo sucesso no YouTube...

Gil
Posted: Saturday, June 13, 2009 11:24:45 AM
Rank: Advanced Member

Joined: 3/13/2009
Posts: 77
Neurons: 313
Há em alguns programas, não necessariamente inseridas em noticiários; coisas do tipo "o que vai pela internet", etc. Nos noticiários, já se nota com alguma frequência a menção ao que foi disponibilizado na rede, como apoio à matéria veiculada.

Percebe-se a pressão com que trabalham os meios de comunicação, notadamente a TV, em virtude da velocidade com que "o que é notícia" é disponibilizado na internet... Qualquer um com um aparelho que registre imagens hoje em dia pode automaticamente publicar o conteúdo, editando inclusive.

Data venia pelo off topic. Sick
sklinke
Posted: Tuesday, June 16, 2009 6:25:30 AM
Rank: Advanced Member

Joined: 3/11/2009
Posts: 345
Neurons: 1,038
Location: Australia
Voltando ao jurisdiquês, você sabe onde encontrar quadrinhos que representem o "jargão advocatício"(?)

Por exemplo, o Dilbert é sobre o jargão empresarial. Algo parecido...
ὁ Σκοτεινός
Posted: Friday, February 20, 2015 1:49:58 PM

Rank: Advanced Member

Joined: 10/9/2014
Posts: 115
Neurons: 310,210
Location: Curitiba, Parana, Brazil
Esse tipo de discurso empolado traduz bem o caráter elitista de nossa justiça no Brasil: já desde a comunicação das decisões judiciais a coisa tem de ser redigida de modo que soe o mais incompreensível possível para o nosso povão mal letrado...
Users browsing this topic
Guest


Forum Jump
You cannot post new topics in this forum.
You cannot reply to topics in this forum.
You cannot delete your posts in this forum.
You cannot edit your posts in this forum.
You cannot create polls in this forum.
You cannot vote in polls in this forum.